Home Portal Notícias Petistas repudiam ameaças contra João Pedro Stédile e cobram punição dos criminosos

Petistas repudiam ameaças contra João Pedro Stédile e cobram punição dos criminosos

3 min read
0

VALMIR FLORENCE
Deputados petistas repudiaram, nesta quarta-feira (11), as ameaças de morte que circulam na Internet contra o líder do MST, João Pedro Stédile. Uma imagem que circula no Facebook – divulgada até por um guarda municipal de Macaé (RJ) – coloca Stédile como um criminoso procurado pela polícia e refere-se a ele como “Inimigo da Pátria”. O “cartaz” oferece uma “recompensa” de R$ 10 mil e diz que ele é buscado “Vivo ou Morto”. Dois telefones são divulgados no material.

Para o deputado Valmir Assunção (PT-BA), a peça é “criminosa e fascista” e precisa ser investigada pela Polícia Federal. “Os autores desse crime de ódio devem ser responsabilizados de acordo com o Código Penal e nós precisamos fazer uma reflexão acerca da disseminação desse ódio de classe que vem sendo promovido, inclusive, por partidos no Congresso Nacional que também estimulam o golpismo contra o governo da presidenta Dilma Rousseff”, afirmou Valmir, que é fundador do MST na Bahia.

Outro deputado petista da Bahia, Afonso Florence, avalia que a ameaça a Stédile está conectada à “pauta obscurantista” da oposição conservadora. “A direita derrotada na eleição organizou uma agenda de ódio de classe, mas o povo brasileiro vai defender as suas conquistas e suas lideranças. Stédile é uma delas e nós hipotecamos apoio incondicional a ele e os criminosos que o ameaçam devem ser identificados e punidos na forma da lei”, defendeu Florence, que foi ministro do Desenvolvimento Agrário no primeiro mandato da presidenta Dilma Rousseff.

stedile cartaz

Rogério Tomaz Jr.

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Boletim 576 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

Boletim 576 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia Direto de Curitiba – 19/9/2…