Home Portal Notícias Governo e centrais ampliam diálogo sobre mercado de trabalho, previdência e indústria

Governo e centrais ampliam diálogo sobre mercado de trabalho, previdência e indústria

3 min read
0
governoecentrais
Foto: Blog do Planalto
 
A partir da próxima semana, o governo federal e as centrais sindicais ampliam o diálogo sobre o mercado de trabalho brasileiro com foco na informalidade, rotatividade e análise de um sistema público de emprego e Previdência Social.
 
A iniciativa foi resultado da reunião entre os ministros Miguel Rossetto (Secretaria-Geral), Nelson Barbosa (Planejamento), Carlos Gabas (Previdência) e Manoel Dias (Trabalho e Emprego) com representantes de centrais sindicais, realizada na terça-feira (3), em São Paulo.
Ministros e sindicalistas decidiram também criar uma comissão tripartite para envolver o Congresso Nacional nos debates sobre concessão de benefícios trabalhistas e previdenciários, definida nas Medidas Provisórias nº 664 e 665, apresentadas pelo governo federal no final do ano passado e que seguem para tramitação no Congresso Nacional.
 
“Consolidamos aqui uma agenda muito positiva porque vamos dar sequência ao diálogo em relação às medidas provisórias, incorporando a importante participação dos parlamentares e, ao mesmo tempo, vamos abrir esta agenda com uma visão de logo prazo de desenvolvimento e crescimento do país como foco no mercado de trabalho e no sistema previdenciário”, explicou o ministro Rossetto. A ideia, segundo o ministro, é criar uma dinâmica de diálogo que incorpore os parlamentares para melhorar as relações de trabalho e a qualidade do emprego, preservando os direitos dos trabalhadores.
 
O governo também vai envolver as centrais sindicais, a partir de março, nas discussões do Plano Plurianual 2016-2019, agenda que define diretrizes e organiza o país para os próximos quatro anos.
 
Blog do Planalto   
Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Deputados criticam revisão de formulário autodeclatório para agricultor familiar

Deputados e representantes do setor questionam o excesso de informações exigidas e critica…