Home Portal Notícias PSD formaliza apoio a Chinaglia e garante participação em bloco parlamentar

PSD formaliza apoio a Chinaglia e garante participação em bloco parlamentar

4 min read
0

ArlindoPSDCampanhia

Durante entrevista coletiva, nesta quinta-feira (22), o líder do Partido Social Democrático (PSD) na Câmara, deputado eleito Rogério Rosso (PSD-DF), confirmou o apoio da sigla ao deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), candidato à presidência da Casa.

“Sabemos dos desafios que teremos nessa nova legislatura, sabemos das reformas que o Brasil precisa para o fortalecimento da sua economia e do seu desenvolvimento social, da sua infraestrutura e nos sentimos muito à vontade ao apoiarmos o deputado Arlindo Chinaglia para presidir a Câmara”, afirmou Rosso.

Para Chinaglia, o apoio do PSD “vai muito além do número” que representam os 37 deputados eleitos pelo partido. “Só tenho a agradecer à bancada do PSD. Para todos que acompanham a disputa pela presidência da Câmara, é fácil entender o significado de um apoio dessa magnitude, até porque esse apoio vai muito além do número, bastante significativo, e envolve a dimensão política e a dimensão simbólica, numa campanha que, no meu caso, é bastante curta”, destacou o candidato.

O papel da Câmara na construção da democracia brasileira, as necessidades do País e as expectativas da população quanto ao Parlamento foram alguns dos principais temas da agenda do diálogo do PSD com Chinaglia, que se disse feliz com o crescimento do apoio à sua candidatura. “Esse apoio reforça o nosso compromisso com o exercício da função e valoriza a nossa candidatura. Sinto-me honrado com o apoio de todo e qualquer parlamentar”, frisou Chinaglia.

Bloco – O líder PSD, ao lado de outros integrantes da bancada e do vice-governador do Distrito Federal, Renato Santana, também garantiu que a legenda integrará um bloco parlamentar que atuará na legislatura 2015-2019 e já é composto pelo PT, PROS e PCdoB. Estes partidos somados elegeram 127 parlamentares para a Câmara dos Deputados. Os líderes partidários dialogam também com PDT e outras legendas visando a ampliação do bloco, que deverá atuar unificado ao longo da legislatura. “Vamos trabalhar juntos para ampliar o bloco, que representa uma concepção e uma chapa muito forte para a disputa da presidência da Câmara e das comissões”, disse o líder do PSD.

A eleição da nova Mesa Diretora da Câmara ocorrerá no dia 1º de fevereiro, quando serão iniciados os trabalhos da nova legislatura.

Rogério Tomaz Jr.

Foto: Salu Parente

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Contrariando Bolsonaro, ministro da Saúde nega guerra química e recomenda isolamento

Ministro Marcelo Queiroga evita entrar em conflito com Bolsonaro na questão da cloroquina,…