Home Portal Notícias Vicentinho comemora aprovação de alteração na LDO e critica “oposição inconsequente”

Vicentinho comemora aprovação de alteração na LDO e critica “oposição inconsequente”

7 min read
0

vicentinhocoletiva

O líder do PT na Câmara, deputado Vicentinho (SP), comemorou, nesta quinta-feira (4), a aprovação do projeto de lei (PLN 36/14) que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) no tocante à meta de superávit primário, que é a economia que o governo faz para pagar os juros da dívida pública. O líder petista também criticou o comportamento da oposição, que tentou inviabilizar de todas as formas a votação da matéria, inclusive recorrendo ao grupo neofascista “Revoltados Online”.

“Tenho que agradecer à minha bancada, que foi muito leal e permaneceu firme até a última votação, e estendo esse agradecimento à base aliada do governo. Quando a base está unida, por mais que a oposição obstrua, a gente finda vencendo “, comemorou Vicentinho.

O deputado elogiou a base governista e não poupou críticas à oposição conservadora. “Os deputados da base entenderam a importância do projeto e agiram com profunda responsabilidade. Se você perguntar a qualquer governador de estado, mesmo do PSDB e do DEM, nenhum concordaria com a postura que a oposição teve aqui”, disse, recordando-se das ameaças e boicotes do PSDB e do DEM.

”No fundo, foi uma oposição inconsequente, que torce para as coisas darem errado porque será ruim para o governo. Tem gente que quer que o Brasil quebre, porque aí será bom para a oposição. Tem gente que não quer que o povo melhore de vida, que o País cresça, porque isso é ruim para a oposição. Isso é um jogo pequeno, rasteiro. Não esperamos da oposição esse tipo de atitude”, lamentou o petista.

Vândalos – O líder também repudiou as “atitudes horríveis” da oposição, “sobretudo quando ocorreu aquela ação desrespeitosa de grupos fascistas, conforme denunciou o deputado Paulo Pimenta (PT-RS)“. Na noite de terça-feira , vândalos de direita – com o apoio do PSDB e do DEM – ocuparam as galerias do plenário Ulysses Guimarães e provocaram tamanha balbúrdia que a sessão para votar o PLN 36/14 acabou suspensa. Parlamentares do DEM e do PSDB impediram que os seguranças do Congresso retirassem das galerias os militantes fascistas.

Vicentinho lembrou que a atual oposição, quando era situação, durante o governo FHC (1995-2002), já se utilizou do mesmo instrumento contra o qual ela se mobiliza hoje. “Por mais que os parlamentares da oposição se contradigam, que esqueçam que eles praticaram uma limitação do superávit em 2001, com alteração da LDO, nós conseguimos o fundamental, que é aprovar o projeto”, disse Vicentinho.

Empregos – O parlamentar ressaltou a importância do projeto para a manutenção dos programas e medidas do governo que vão garantir o nível de emprego e a qualidade de vida da população. “Essa foi uma vitória importante e necessária. Todo o programa de investimentos para saúde, educação, para o programa Minha Casa, Minha Vida, está garantido. Assim como as desonerações que beneficiaram trabalhadores e empresas de mais de 50 setores da economia estão asseguradas”, frisou o líder.

Ele lembrou que, num mundo conturbado por uma grande crise econômica, o Brasil aparece com uma das poucas exceções com dados positivos. “Para 2015, a perspectiva de 15 entre os 20 países mais ricos é de crescimento negativo, de recessão, mas o Brasil está com perspectiva de recuperar o crescimento. Além disso, a maioria dos países do G20 também tem programado déficit primário para este ano, enquanto nós teremos um pequeno superávit”, acrescentou Vicentinho, mencionando o turbulento cenário econômico internacional.

Na próxima semana, o último destaque do PLN 36/14 será apreciado e Vicentinho acredita que a votação do item será rápida.

Rogério Tomaz Jr.

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Contrariando Bolsonaro, ministro da Saúde nega guerra química e recomenda isolamento

Ministro Marcelo Queiroga evita entrar em conflito com Bolsonaro na questão da cloroquina,…