Home Portal Notícias Governo Federal lança iniciativas para reduzir casos de Aids no País

Governo Federal lança iniciativas para reduzir casos de Aids no País

4 min read
0

combate-aids

O ministério da Saúde anunciou nesta segunda-feira (1º), Dia Mundial de Luta contra a Aids, a criação de um Fundo para financiar projetos sociais sobre o tema, além da campanha #partiuteste, que busca chamar atenção dos jovens sobre o cuidado com a doença. O objetivo da ação é reduzir a incidência da Aids no País.

O órgão também divulgou dados do Boletim Epidemiológico HIV-Aids que, entre outros pontos, apontou queda na mortalidade, estabilização no quadro da epidemia e aumento no número de pessoas em tratamento da Aids pelo Sistema Único de Saúde (SUS).   

Uma das ações anunciadas pelo Ministério da Saúde, o Fundo Nacional de Sustentabilidade às Organizações da Sociedade Civil, o chamado Fundo Positivo, tem como desafio arrecadar recursos da iniciativa privada para financiar projetos sociais de Organizações da Sociedade Civil que trabalham no campo das DST/Aids e Hepatites Virais. Cerca de 350 organizações trabalham com o tema no Brasil.

Outra iniciativa do ministério é o lançamento da campanha entre os jovens incentivando o uso da camisinha e o teste rápido que detecta o vírus HIV em poucos minutos, com material segmentado para gays e travestis.

Boletim – Entre os principais números do Boletim Epidemiológico HIV-Aids, está a redução de 13% na mortalidade por Aids no Brasil. Do total de mortes no período, 198.534 (71,3%) aconteceram entre homens e 79.655 (28,6%) entre mulheres.     

O estudo mostra ainda que cerca de 734 mil pessoas vivem com HIV no País. Deste total, 80% (589 mil) foram diagnosticadas. Os dados também mostram que a epidemia no Brasil está estabilizada, com taxa de detecção em torno de 20,4 casos, a cada 100 mil habitantes.    

“Nós temos um quadro nacional de estabilização do quadro de Aids, mas que não nos permite trabalhar com segurança, tranquilidade. O Brasil, com essa dimensão continental, nos mostra situações desafiantes”, avalia o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

Ainda de acordo com o anúncio, em 2014 o Brasil registrou aumento de 29% no número de pessoas em tratamento da Aids com antirretrovirais pelo Sistema Único de Saúde (SUS), na comparação com 2013. De janeiro a outubro de 2013, 47.506 pessoas entraram em uso de medicação antirretroviral, já em 2014 foram 61.221 pacientes.

LEIA MAIS

Héber Carvalho com agências

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Parlamentares defendem criação de grupo de trabalho para elaborar agenda legislativa contra o racismo e a violência

Vinte e um deputados assinam o requerimento (REQ 2028/2020) em que pedem a criação de grup…