Home Portal Notícias Produtividade reduz custos de extração no pré-sal segundo Petrobras

Produtividade reduz custos de extração no pré-sal segundo Petrobras

4 min read
0
PETROBRAS-12-05
 
Devido aos índices de produtividade, os custos de extração caíram no pré-sal, segundo a Petrobras, que também informou que o navio-plataforma FPSO Cidade de São Paulo atingiu, em 10 de julho, sua capacidade máxima de produção (120 mil barris por dia).
 
Segundo nota divulgada pela companhia, na terça-feira (12) o campo de Lula teve custo de extração de US$ 9 por barril de óleo equivalente (boe), menor do que a média do custo de extração da Petrobras como um todo, que é de US$ 14,76/ boe em 2013.
 
De acordo com a companhia, o resultado foi obtido com a contribuição de quatro poços produtores, que estão localizados no campo de Sapinhoá, na Bacia de Santos.
 
Nos últimos tempos, a produção de petróleo do pré-sal tem registrado crescimento contínuo. No dia 13 de julho, a produção total da área foi de 546 mil barris. Mensalmente, a média de produtividade têm sido de 480 mil barris por dia.
 
Unidade de coqueamento – Em junho de 2014, as Unidades de Coqueamento Retardado (UCRs) da Petrobras alcançaram o processamento de 42 mil metros cúbicos por dia de resíduos, informou a companhia nesta terça-feira. O total apresentado é equivalente a 264 mil barris por dia (bpd).
 
As UCRs também são chamadas de Unidades de Craqueamento de Resíduo, compondo com as Unidades de Vácuo, Craqueamento Catalítico e Desasfaltação o conjunto que permite que a partir de petróleos nacionais seja possível oferecer ao mercado produtos no perfil desejado.
 
As unidades se destinam a transformar resíduos pesados do refino em outros produtos de maior valor agregado. Cerca de 70% da carga processada nestas unidades é convertida em diesel, nafta e GLP e 30% em coque de petróleo, de valor comercial maior do que o resíduo de origem.
 
Hoje, as refinarias da Petrobras contam com nove UCRs com capacidade total de 42 mil m3/dia de conversão de resíduos, capazes de produzir em torno de 20 mil m3/dia de diesel (125.800 bpd), 5 mil m3/dia de gasolina (31.450 bpd), 3 mil ton/dia de gás liquefeito de petróleo (GLP) e 13 mil ton/dia de coque de petróleo (sólido).
 
 Da Redação da Agência PT de Notícias com informações do Portal Brasil
Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

João Daniel faz apelo na Câmara em defesa da Petrobras e contra a política de desativação no Nordeste

Durante a sessão remota da Câmara, nessa semana, o deputado federal João Daniel (PT-SE) re…