Home Portal Notícias Subcomissão da CCJ vai analisar e dar celeridade a projetos de interesse dos trabalhadores

Subcomissão da CCJ vai analisar e dar celeridade a projetos de interesse dos trabalhadores

4 min read
0

vicenteCCJ

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) instala nesta quarta-feira (2), às 9h30, uma subcomissão específica para analisar propostas da classe trabalhadora que tramitam na comissão. “Vamos criar uma sinergia Parlamento e centrais sindicais para discutirmos e avançarmos em projetos importantes para os trabalhadores”, afirmou o presidente da CCJ, deputado Vicente Cândido (PT-SP), citando que estão em análise no colegiado cerca de 180 proposições de interesse dos trabalhadores.

Vicente Cândido disse ainda que a subcomissão contará com o apoio do Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) e do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

O líder da Bancada do PT na Câmara, deputado Vicentinho (SP), elogiou a iniciativa e já adiantou que vai fazer uma interação com a subcomissão. “Daremos todo o apoio à subcomissão, somos uma bancada comprometida com a classe trabalhadora”, enfatizou. Vicentinho acredita que o colegiado pode fortalecer e sistematizar a interação entre a Câmara e as centrais sindicais. “Os sindicalistas sempre tiveram espaço e foram bem recebidos no Parlamento, mas esse espaço na CCJ é fundamental porque ela tem caráter terminativo para várias proposições”, acrescentou.

Proposições – Entre os projetos de lei que estão na pauta da CCJ e poderão ganhar celeridade com a subcomissão, Vicente Cândido destacou o PL 6739/06, do deputado Marco Maia (PT-RS), que proíbe o desconto de dias de greve do período de férias do empregado. Além disso, o projeto estabelece que os dias de greve não serão considerados como falta ao serviço, e períodos superiores a 30 dias de suspensão do contrato de trabalho não significam a perda do período aquisitivo de férias.

Também está na pauta do colegiado o PL 229/07, do deputado Dr. Rosinha (PT-PR), e do ex-deputado Chico D’Angelo (PT-RJ) que regulamenta a negociação coletiva de trabalho no setor público. Na prática, o projeto cria o sistema de mesa de negociação permanente para os servidores da administração pública direta e indireta, com a participação de representantes sindicais e das instituições.

Além do deputado Vicente Cândido, representarão o PT no colegiado os deputados João Paulo Lima (PE) e Luiz Couto (PB).

Vânia Rodrigues

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Toda atuação de Moro contra Lula deve ser anulada, diz jurista

Integrante da Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), a advogada Martír …