Home Portal Notícias Desemprego no 1º trimestre recua de 8% para 7,1% em relação a 2013

Desemprego no 1º trimestre recua de 8% para 7,1% em relação a 2013

3 min read
0

desempregoplanalto

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD), divulgada nesta terça-feira (3), aponta queda do desemprego nos três primeiros meses em 2014, na comparação com o mesmo período do ano passado. A taxa de 8% em 2013 caiu para 7,1%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número da população desocupada é de 7 milhões de pessoas, contra 7,8 milhões em 2013.

A ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, afirmou que os dados da PNAD indicam que o mercado de trabalho brasileiro está aquecido e robusto.

 “Tanto a PNAD Contínua divulgada hoje, quanto a Pesquisa Mensal de Emprego demonstram que a taxa de desemprego no país continua caindo muito fortemente. A taxa de desemprego caiu 11% no nosso país entre o 1º trimestre de 2013 e o 1º trimestre de 2014. Nesse período, desde 2011, quando a presidenta Dilma tomou posse, foram criados 4,960 milhões de empregos no nosso país”, ressaltou a ministra.

Miriam analisou que o mercado se fortalece, pois os empregos gerados estão formalizando melhor as relações de trabalho. De acordo com o IBGE, 77,7% dos empregados no setor privado possuem carteira de trabalho assinada, representando aumento frente aos dados do ano anterior de 1,6%. Para a ministra, significa que as pessoas têm mais acesso a direitos trabalhistas, tais como aposentadoria, seguro desemprego e auxílio doença.

“Além da formalização, tem um outro fator muito importante que caracteriza o mercado de trabalho do Brasil nos últimos 11 anos, que é a questão do aumento da renda dos trabalhadores. Só no último ano, o aumento real, ou seja, já descontada a inflação no salário dos trabalhadores foi de mais do que 3%. Com isso, acredito que a gente tá informando qual é a situação real que o brasileiro vive hoje de ter emprego com melhores salários e com mais direitos”, constatou.

A PNAD Contínua utiliza os novos conceitos recomendados pela Organização Internacional do Trabalho (OIT). Outras informações sobre a pesquisa podem ser encontradas no site do IBGE.

Blog do Planalto

Miriam afirma que mercado de trabalho continua robusto

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Câmara aprova, com apoio do PT, ampliação do prazo de validade das receitas de medicamentos

A Câmara aprovou nesta terça-feira (7) o projeto de lei (PL 848/20), que amplia o prazo de…