Home Portal Notícias Brasil pode erradicar extrema pobreza até 2016, diz estudo

Brasil pode erradicar extrema pobreza até 2016, diz estudo

6 min read
0
objetivoilenio
 
O 5º Relatório Nacional de Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), revela que o  Brasil pode erradicar a pobreza extrema até 2016. De acordo com o estudo, lançado pela presidenta Dilma Rousseff, no último dia 23, no período de 1990 a 2012, a taxa de extrema pobreza no País caiu de 25,5% para 3,5%. 
 
Para a ONU, a extrema pobreza tinha de ser reduzida pela metade até 2015 em relação aos níveis de 1990. O Brasil adotou, a partir da gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, medidas mais rigorosas e efetivas de combate à fome e a miséria. Entre essas medidas destacam-se programas como o Bolsa Família, Cadastro Único, de Aquisição de Alimentos (PAA), da agricultura familiar. 
 
Com isso, o Brasil atingiu, em 2008, a meta mais ousada, ou seja, reduziu a taxa de pobreza extrema que passou a equivaler a um quarto do índice registrado em 1990. 
 
De acordo com o relatório do Ipea, o sucesso das políticas aplicadas pelo ex-presidente Lula teve continuidade com a gestão da presidenta Dilma Rousseff que, ao assumir a Presidência da República, em 2011, lançou o Plano Brasil Sem Miséria. Entre as ações que integram o plano estão o oferecimento de educação de qualidade, atendimento em saúde, formação profissional e fim da miséria. 
 
Assim, o sucesso dessas estratégias possibilitou que, em 2012, a taxa de extrema pobreza registrada no Brasil chegasse a equivaler a um sétimo do que foi estabelecido em 1990.
 
Os deputados do PT, Pedro Uczai (SC), Josias Gomes (BA) e Hélcio Silva (SP) apontaram as políticas públicas e sociais implementadas pelos governos do ex-presidente Lula e da presidenta Dilma como os grandes vetores para que o País chegasse a esse resultado. 
 
“Não tenho dúvidas que, no momento em que um governo comprometido com as causas do País, implementa uma política social como o Bolsa Família, que permite trazer para a agenda e para a história milhões de brasileiros, você não só resolve o problema social, como faz com que milhares de brasileiros  comecem a pertencer ao Brasil”,  reconheceu Pedro Uczai.
 
Para Josias Gomes, “erradicar a miséria era o carro-chefe do governo Lula. Um dos grandes legados que o presidente Lula deixou para o País é o combate à chaga social que era a fome”.
 
“Esse resultado representa uma das marcas sociais do nosso governo. Durante esses 11 anos, nosso governo não mediu esforços para implantar políticas com desenvolvimento social, onde o atendimento da população mais sofrida do nosso País era a prioridade”, completou o deputado Hélcio Silva.
 
Metas – A ONU estabeleceu oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio que são: acabar com a fome e a miséria; oferecer educação básica de qualidade para todos; promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres; reduzir a mortalidade infantil; melhorar a saúde das gestantes; combater a Aids, a malária e outras doenças; garantir qualidade de vida e respeito ao meio ambiente e,  estabelecer parcerias para o desenvolvimento.
 
Benildes Rodrigues 
Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Petistas questionam no Ministério Público transferência do acervo da Fundação Palmares para prédio com avarias

Parlamentares da Bancada do PT na Câmara entraram com ações na Procuradoria-Geral da Repúb…