Home Portal Notícias Vicentinho recebe lideranças da Contag e apoia pauta de reivindicações do Grito da Terra Brasil

Vicentinho recebe lideranças da Contag e apoia pauta de reivindicações do Grito da Terra Brasil

4 min read
0
contagvicentinho
Foto: Salu PArente
 
O líder do PT na Câmara, deputado Vicentinho (SP), recebeu nesta quarta-feira (21) várias lideranças da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) que lhe apresentaram  a pauta de reivindicações para do 20º Grito da Terra Brasil. Entre os principais pontos, as lideranças defenderam a aprovação da Medida Provisória 636/13 que, entre outros pontos, zera dívidas de assentados da reforma agrária e concede linha de crédito para famílias incluídas no Programa Nacional da Reforma Agrária. A MP  está na pauta da Câmara.
 
Os representantes da Contag também defenderam a aprovação de outras propostas que tramitam no parlamento. Entre elas, os projetos de lei que tratam da aquisição e arrendamento de imóveis rurais por estrangeiros (PL 2289/07), de autoria do deputado Beto Faro (PT-PA) e o que dispõe sobre pagamentos por serviços ambientais prestados (PL 792/07 e 5487/09). O PL 792/07 é de autoria do deputado Anselmo de Jesus (PT-RO). 
 
Sobre a votação da MP 636/13, o líder petista informou que esta matéria deve ser aprovada sem alterações. “Este tema foi discutido no colégio de líderes, e não houve nenhum questionamento”, destacou. Sobre as outras reinvindicações, Vicentinho defendeu a continuidade do dialogo entre a Contag e o PT, e a mobilização da entidade pela aprovação da sua pauta, mas explicou as dificuldades enfrentadas para votar propostas do interesse da maioria da sociedade. 
 
“Esse Congresso não foi feito para representar o interesse dos trabalhadores e dos movimentos sociais mas, sim, o interesse patronal e do latifúndio. Na verdade, estamos aqui de teimosos. Por isso que às vezes conseguimos votar temas do interesse dos trabalhadores e camponeses e outras não”, explicou. 
 
Porta voz das reinvindicações da Contag durante a reunião, a secretária de Mulheres da Contag, Alessandra Luna, também defendeu a inclusão na pauta de votações da Câmara para este ano das propostas que resultaram das CPMI da Violência contra a Mulher. “As investigações trouxeram dados assustadores sobre o que ocorre contra as mulheres no Brasil”, alertou. 
 
Alessandra Luna disse ainda que a Contag tem confiança no apoio da bancada petista. “A Contag tem identidade com a bancada do PT e esperamos trabalhar de forma afinada para votarmos ainda este ano todos esses projetos”, afirmou.  
 
Héber Carvalho 
Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Deputados criticam revisão de formulário autodeclatório para agricultor familiar

Deputados e representantes do setor questionam o excesso de informações exigidas e critica…