Home Portal Notícias Zé Geraldo descontrói discursos que menosprezam e diminuem realizações dos governos Lula/Dilma

Zé Geraldo descontrói discursos que menosprezam e diminuem realizações dos governos Lula/Dilma

7 min read
0
zegeraldotribuna
Foto: Gustavo Bezerra
 
O deputado Zé Geraldo (PT-PA) desconstruiu na tribuna da Câmara o viés de menosprezo recorrente nos discursos que negam ou diminuem as realizações dos governos de Lula e Dilma. “É verdade que há muitas coisas neste País que já poderiam estar melhores, mas isso se, nos últimos 50 anos, os governos que antecederam o presidente Lula e a presidenta Dilma Rousseff tivessem tomado a iniciativa de fazê-las”. 
 
O petista citou como exemplo as rodovias, ferrovias e hidrovias brasileiras. Ele recordou que quando o PT assumiu o governo em 2003 as rodovias federais estavam em situação precária. “Lá no estado do Pará, nos mais de 5 mil quilômetros de rodovias – Belém-Brasília e outras –, as vias asfaltadas eram uma buraqueira só”, lembrou. O parlamentar também citou o caso crítico da Transamazônica e da Cuiabá-Santarém, abertas nos anos 70. 
 
“Essas eu vivi e presenciei. Durante 20 anos, no período chuvoso, de janeiro a junho, no Pará, se demorava 10 dias para trafegar 500 ou 1.000 quilômetros, por exemplo, um trecho que vai de Marabá, passando por Altamira, falando de cidade maior, até o município de Itaituba”, detalhou. 
Segundo Zé Geraldo, atualmente, mesmo com um período de chuva rigoroso na Amazônia, é possível trafegar, mesmo nas estradas que ainda não estão asfaltadas, mas que foram recuperadas. “Deixamos de viver o isolamento, o abandono, que era uma situação inclusive vergonhosa para qualquer governo”, completou. 
 
Luz para Todos – Na mesma linha de argumentação, o deputado citou a democratização do acesso à energia elétrica. “Diziam que o governo não conseguiria implantar o programa ‘Luz para Todos’, que é revolucionário. Não conseguiria colocar energia elétrica de graça na casa de todos os moradores do interior do Pará, do Maranhão, da Bahia, do Piauí, do Amazonas, de Rondônia, estados que tinham um grande número de famílias sem energia. Para se ter uma ideia, no Pará, já foi colocada energia para mais de 300 mil famílias, mas ainda tem aproximadamente 130 mil famílias que estão esperando energia”. 
 
O parlamentar disse ainda que, em reunião na quinta-feira (8) entre o diretor de Geração da Eletrobras, Valter Cardel, e aproximadamente 30 vereadores da região do Xingu e Transamazônica, foi feito o anúncio da liberação dos recursos do “Luz para Todos” nesta semana. “Tivemos a alegria de saber que o programa será retomado, e onde já está em funcionamento, uma vez retomado, não para mais”.
 
Sensibilidade – Zé Geraldo afirmou ainda que todas as realizações positivas dos últimos anos no Brasil se devem a uma sensibilidade política do governo e aproveitou para criticar o mau uso da tribuna da Câmara por parlamentares e dos meios de comunicação no sentido de enfraquecer a presidenta Dilma, ofuscar e esconder tudo aquilo de positivo que está acontecendo no País. “Atraso de obras? É verdade, temos atraso de obras, sim, mas porque muitas obras obedecem a uma legislação ambiental muitas vezes rigorosa”, pontuou.
 
Ele citou um caso que ocorre em Pacajá, onde a reforma de um hospital construído há mais de 30 anos esbarra numa exigência burocrática, porque não existe documento da sua propriedade. “Isso é um absurdo! Não é para construir, é para reformar, para ampliar, e a prefeitura, que já recebeu a légua patrimonial há mais de 2 anos, não conseguiu ainda documentar”.
 
 “Então, temos obras atrasadas, mas essas obras têm orçamento. Não é falta de vontade política, existe o PAC, existe dinheiro. Muitas vezes sobrou dinheiro nesses 2, 3, 4 anos, porque faltou um volume de obra contratada e licenciada, principalmente na Região Amazônica, mas não é diferente em outras regiões do País. Componente ambiental, componente indígena, tudo isso está sendo rigorosamente respeitado. As obras do governo federal são rigorosamente fiscalizadas – Ministério Público Federal, Tribunal de Contas da União –, muitas vezes de forma excessiva, de forma maldosa, para tentar inclusive paralisar as obras”, finalizou.
 
PT na Câmara  
Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PT reforça movimento ‘Fora Bolsonaro’, em dia de protesto

O PT vai mobilizar todos os militantes e dirigentes da legenda e convoca a sociedade ao pr…