Home Portal Notícias Fernando Ferro pede explicações sobre “abuso de poder” de promotora

Fernando Ferro pede explicações sobre “abuso de poder” de promotora

4 min read
0

fernandoferrotribuna

O deputado Fernando Ferro (PT-PE) cobrou, em plenário, explicações do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sobre a decisão da promotora Márcia Milhomens Sirotheau, de sugerir quebrar o sigilo do Poder Executivo, a partir de uma investigação que não tinha nada a ver com o Palácio do Planalto. “Isso é de extrema gravidade, depõe contra o Ministério Público, porque se trata de iniciativa que configura abuso de poder e de extrapolação de competências no processo investigativo”, criticou.

Fernando Ferro explicou que recentemente a promotora Sirotheau, do Ministério Público Federal, em um procedimento de investigação para identificar ligações do presídio de Brasília – de políticos que ali estão detidos, com as Secretarias do Estado da Bahia – propôs a abertura do sigilo telefônico de áreas da Capital Federal. “E, curiosamente, a quebra do sigilo incluía o Palácio do Planalto. Esse episódio é grave e demonstra a falta de responsabilidade de agentes do Ministério Público, que extrapolam suas competências para esse tipo de arapongagem, de investigação ilegal”, denunciou.

O deputado Fernando Ferro adiantou que, caso o procurador Rodrigo Janot não dê as explicações necessárias, ele irá fazer interpelações ao Ministério Público sobre esse assunto. “Eu creio que o Ministério Público Federal deve uma explicação sobre este procedimento. Nós defendemos aqui o Ministério Público Federal contra a PEC 37, que lhe restringia o direito de investigação. Nós queremos o amplo direito do Ministério Público de investigar, mas não podemos admitir a arapongagem que foi sugerida pela atitude da promotora Márcia Milhomens Sirotheau”.

Na avaliação do deputado petista, esse caso é extremamente grave, porque se configurou tentativa de espionar Poderes da República. “Não foi apenas o Poder Executivo, mas também a Câmara dos Deputados e o Supremo Tribunal Federal. Esse é o evento que por si revela a gravidade da iniciativa dessa promotora, dessa eminente representante do Ministério Público Federal, que extrapolou de suas competências”, desabafou.

Vânia Rodrigues

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Nota oficial do ex-presidente sobre a Covid

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva retornou nesta quarta-feira (20) ao Brasil após …