Home Portal Notícias Marco civil da internet reúne parlamentares e governo na busca de entendimento

Marco civil da internet reúne parlamentares e governo na busca de entendimento

3 min read
0

molon2

Foto: Gustavo Bezerra

A votação pelo plenário da Câmara do relatório do deputado Alessandro Molon (PT-RJ) ao projeto de lei (PL 2126/11), que trata do Marco Civil da Internet,  foi transferida para a semana que vem.

 

De acordo com Molon, nesta quarta-feira (19) o plenário apenas vai discutir a matéria. Durante todo o dia de hoje (18) foram realizadas reuniões para tentar chegar a um acordo que viabilize a votação do projeto.

 

Pela manhã, os líderes da base do governo se reuniram com o relator e os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo e das Relações Institucionais, Ideli Salvati. Após o encontro, o líder do governo, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), afirmou que estava otimista de que será possível votar a matéria. “Hoje, eu estou mais otimista quanto a um eventual desfecho de votação”, disse Chinaglia.

 

No início da noite desta terça-feira (18) o deputado Alessandro Molon voltou a se reunir com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo  e alguns líderes da base em mais uma tentativa de tirar as dúvidas sobre a proposta. Molon afirmou que a expectativa é de que seja possível chegar a um consenso. No entanto, ele disse que “não abre mão” de três pontos no texto: Neutralidade da rede, liberdade de expressão e  privacidade dos usuários.  “Esses são os pilares e sobre estes pontos não há nenhuma possibilidade de abrir mão”, afirmou o relator Alessandro Molon.

 

A neutralidade da rede determina que os provedores  devem  tratar da mesma forma todos os pacotes de dados, sem distinção por conteúdo, serviço, origem ou aplicativo.

 

Um novo encontro entre o ministro da Justiça, o relator e líderes da base está marcado para esta quarta-feira (19), às 9h,  na presidência da Câmara.

 

Gizele Benitz

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Contrariando Bolsonaro, ministro da Saúde nega guerra química e recomenda isolamento

Ministro Marcelo Queiroga evita entrar em conflito com Bolsonaro na questão da cloroquina,…