Home Portal Notícias Grupo de Trabalho África e Diáspora Africana realiza primeira reunião em Brasília

Grupo de Trabalho África e Diáspora Africana realiza primeira reunião em Brasília

3 min read
0

luizlabertoD1

Na próxima quarta-feira (19) ocorrerá em Brasília a primeira reunião do Grupo de Trabalho África e Diáspora Africana. Entre outros pontos, o colegiado definirá o calendário e as ações necessárias para viabilizar a constituição e o funcionamento do Fórum da Diáspora Africana. A reunião do GT será presidida pelo coordenador do colegiado, deputado Luiz Alberto (PT-BA).

“Esta reunião é a sequência das atividades do grande encontro sobre a Diáspora que ocorreu em novembro do ano passado. E o principal objetivo do encontro é viabilizar a realização do Fórum da Diáspora Africana”, afirmou Luiz Alberto. O Fórum, que terá sede fixa em Salvador (BA), foi definido durante o Encontro África e Diáspora Africana, ocorrido em novembro de 2013, em Costa do Sauípe (BA).

Já estão confirmados para a reunião da próxima quarta-feira vários convidados internacionais. Entre eles, Walter Robinson, da Comissão Nacional Afrocostarica; a Profª. Sheila Walker, da UNESCO / Universidade Texas / Cineatra; o deputado Heriberto Arrechea Banguero, da Câmara dos Deputados da Colômbia; Aura Vanessa Aguilar, Alta Conselheira para Assuntos Étnicos do Partido Liberal da Colômbia; o Prof. Rulpert Louis, do Movimento Panafricanista da Jamaica.

Também participarão da reunião o Prof. Francisco Paulino Cardoso, do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CNPIR), e o Professor moçambicano, Luis Tomas Domingo da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), com sede na cidade de Redenção (CE).  

A reunião do GT será realizada na Casa da ONU, localizada na quadra 802 norte, no Setor de Embaixadas Norte, na Asa Norte.   

Diáspora É denominado Diáspora Africana o fenômeno sociocultural e histórico que aconteceu nos países africanos devido a imigração forçada da população africana a países que tinham como características a existência da mão de obra escrava. Isso se deu no início da Idade Moderna e teve uma grande duração até o final do século XVIII.

Héber Carvalho

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Lactantes pela Vacina: duas vidas salvas

Por Alexandre Padilha   No início do mês de maio soube pelas redes sociais do movimen…