Home Portal Notícias Com melhor resultado desde 2011, emprego cresce 10 vezes mais em fevereiro

Com melhor resultado desde 2011, emprego cresce 10 vezes mais em fevereiro

5 min read
0

Emprego17032014

O Ministério do Trabalho divulgou hoje que foram criados em fevereiro 260.823 empregos formais (com carteira assinada). Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O índice é quase dez vezes maior que o registrado em janeiro, quando pouco mais de 29 mil empregos foram criados, e reflete o melhor resultado para o mês de fevereiro desde 2011. Os dados são mais uma pancada nas previsões pessimistas que alardeavam o fim do pleno emprego, baseados nos números do mês anterior.

O líder do PT na Câmara, deputado Vicentinho (SP), avalia que as estatísticas – além de refletir a estabilidade de uma política econômica de desenvolvimento e de distribuição de renda –mostram que o Brasil conseguiu enfrentar as crises internacionais e os problemas nacionais criando condições ao pleno emprego. “É importante que o povo compreenda que esse resultado não é uma coisa do acaso, mas fruto de uma política bem direcionada e dividida, na perspectiva da distribuição de renda, da valorização da base industrial, do salário e do crescimento do emprego”, explica.

As críticas feitas pela oposição ao resultado de janeiro passado sequer consideraram que, historicamente, o mês é fraco para a criação de novas oportunidades, porque as indústrias e o comércio costumam lidar com queimas de estoques do fim de ano. “Com essa expansão, esse é o sétimo mês consecutivo de desempenho superior, quando comparado ao mesmo período do ano”, destaca o relatório do ministério.

Segundo o deputado Ricardo Berzoini (PT-SP), que já foi ministro do Trabalho, o indicador de fevereiro é “muito positivo”, porque demonstra o dinamismo da economia depois de um número “fraco” em janeiro. “O dado de fevereiro talvez demonstre que o do mês anterior foi um ponto fora da curva, um mês de ajuste do emprego, que foi retomado com força logo em seguida, com um grau de geração de novos empregos comparável aos melhores anos do governo Lula”, avalia Berzoini.

Estatísticas – No acumulado dos últimos 12 meses, foram criados 1.157.709 postos de trabalho, segundo o Caged. De acordo com o ministério, de janeiro de 2011 a fevereiro de 2014, foram criadas 4.792.529 vagas de trabalho. A meta do Ministério do Trabalho é alcançar, ao longo de 2014, entre 1,4 milhão e 1,5 milhão de novos empregos. No ano passado, foram criados 1,11 milhão de vagas.

Em termos setoriais, em números absolutos, os destaques no mês foram os setores de Serviços (+143.345 postos, saldo recorde para o período), Indústria de Transformação (+51.951 postos, o terceiro maior resultado para o mês) e Construção Civil (+25.055 postos, resultado acima da média de 14.088 postos).

PT na Câmara com Ministério do Trabalho e agências de notícias

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Petistas criticam canetada que eleva salário de Bolsonaro e ministros em até 69% acima do teto

Em plena pandemia da Covid-19, com mais de 14 milhões de brasileiros desempregados e um au…