Home Portal Notícias Por iniciativa de petistas, Câmara faz homenagem aos heróis da Luta contra a Discriminação Racial

Por iniciativa de petistas, Câmara faz homenagem aos heróis da Luta contra a Discriminação Racial

4 min read
0

vicentinhobenedita

Foto: Gustavo Bezerra

Por iniciativa do deputado Vicentinho (SP), líder da Bancada do PT, e da deputada Benedita da Silva (PT-RJ), entre outros parlamentares, a Câmara realiza sessão solene nesta terça-feira (18), às 10h, em homenagem aos heróis da Luta contra a Discriminação Racial,  Abdias do Nascimento e Francisco José do Nascimento, o Dragão do Mar, e aos 130 anos da Abolição da Escravatura no Ceará.

O líder Vicentinho ressaltou que Abdias do Nascimento foi um dos maiores defensores da cultura e da igualdade para as populações afrodescendentes no Brasil. “É um nome de grande importância para a reflexão e atividade sobre a questão do negro na sociedade brasileira”, disse o petista.

Nas primeiras eleições após o regime militar, Abdias Nascimento exerceu mandato de deputado federal, sendo o primeiro afro-brasileiro a defender no Congresso Nacional os direitos humanos e civis de sua gente.  Ele apresentou o primeiro projeto de lei propondo políticas públicas de igualdade racial.

Dragão do Mar – A sessão solene também vai homenagear Francisco José do Nascimento, o Dragão do Mar. Foi o líder dos jangadeiros nas lutas abolicionistas e considerado o maior herói a favor da libertação dos escravos no Ceará.

A deputada Benedita da Silva destacou a importância de comemorar o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial e homenagear Nelson Mandela.  “Será uma oportunidade ímpar para reunir, no plenário da Câmara, embaixadores africanos, autoridades governamentais, militantes sociais e povos afrodescendentes numa manifestação da singular representação política, econômica e cultural existente entre a África e o Brasil.

Dados – O Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e celebra-se em 21 de março em referência ao Massacre de Sharpeville, ocorrido em 1960.

Em 21 de março de 1960, em Joanesburgo, na África do Sul, 20 mil pessoas faziam um protesto contra a Lei do Passe, que obrigava a população negra a portar um cartão que continha os locais onde era permitida sua circulação. Mesmo sendo uma manifestação pacífica, a polícia do regime de apartheid abriu fogo sobre a multidão desarmada resultando em 69 mortos e 186 feridos.

Outras solenes – A Câmara também realiza sessão solene nesta segunda-feira (17), às 10h, em homenagem aos 60 anos do Grupo Algar Telecom.

Na sexta-feira (21), às 15h, a sessão solene será pelos 147 anos de emancipação política da cidade de Cachoeiro de Itapemirim (ES).

Gizele Benitz

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

30 anos do SUS: Sistema imprescindível de proteção à saúde da população

O Sistema Único de Saúde (SUS), maior sistema público do mundo, que assiste a mais de 170 …