Home Portal Notícias Entidades cobram aprovação da aposentadoria integral por invalidez

Entidades cobram aprovação da aposentadoria integral por invalidez

4 min read
0

policarpo-060214

Diversas entidades representando vários sindicatos nacionais de servidores públicos manifestaram nesta quarta-feira (12), na Câmara, apoio total à aprovação da Proposta de Emenda a Constituição (PEC 170/12) que prevê o pagamento do salário integral ao servidor público que se aposentar por invalidez. O deputado Policarpo (PT-DF), um dos autores do requerimento que viabilizou a reunião na comissão especial que estuda a matéria, também se manifestou favorável à aprovação da proposta.

“O parlamento precisa corrigir essa injustiça que afeta os servidores no momento em que eles mais precisam. Acredito que existe chance de aprovação porque tanto o Ministério da Previdência, quanto o do Planejamento, já se posicionaram a favor do diálogo visando à aprovação da proposta”, afirmou. 

Entre os representantes dos servidores públicos houve consenso no pedido de aprovação imediata da proposta. Ao ressaltar a importância da PEC, o representante da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Anfip), Vilson Romero, disse que nem a cobrança sobre a origem dos recursos para o pagamento da aposentadoria integral enfraquece a proposta.

“A conta não irá sobrecarregar a sociedade porque no sistema previdenciário tem sobrado recursos”, afirmou. Já o presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), Daro Piffer, disse que o impacto financeiro da medida será pequeno porque “muitos dos beneficiados já teriam um longo tempo de contribuição”, destacou.

Na mesma linha de raciocínio, o coordenador da Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União (Fenajuve), Roberto Souza Jr, afirmou que um país justo não pode fazer economia na área social. “Seria o mesmo que defender que os gastos com saúde não tivessem aumentado nos últimos anos”, observou.

A deputada Margarida Salomão (PT-MG) também esteve presente ao debate.

Também participaram da audiência representantes do Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco), Sindicato Nacional dos Analistas Tributários da Receita Federal do Brasil (Sindireceita) e da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB).

Héber Carvalho

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Pimenta rebate ataques e pressões de general Villas Bôas e bolsonaristas contra o STF

O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), rechaçou hoje (17) as novas ameaças feitas pe…