Home Portal Notícias Para petistas, ofensiva da oposição contra Mais Médicos é inócua

Para petistas, ofensiva da oposição contra Mais Médicos é inócua

6 min read
0
maismedicoskarinazambrana
Foto: Karina Zambrana
 
O deputado Amauri Teixeira (PT-BA), presidente da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara, e o deputado Rogério Carvalho (PT-SE), membro do colegiado, afirmaram, nesta quinta-feira (6), que a ofensiva política do PSDB e do DEM de fazer a revisão do Programa Mais Médicos não encontra respaldo na sociedade.
 
“Os nossos opositores têm avaliação de que o Programa Mais Médicos é decisivo na disputa política. Eles sabem que o programa tem alto índice de aprovação pela população. Então qualquer tentativa de revisão do programa é com o objetivo de  tumultuar e criar um ambiente desfavorável. Nós não vamos permitir isso”, afirmou Amauri Teixeira. 
 
O deputado disse ainda que a oposição usa um discurso “camuflado”. Ele lembrou que a oposição liderada pelos tucanos, contrários ao programa, sempre usou discursos inflamados contra a vinda de médicos estrangeiros, em particular dos médicos cubanos, para atender a população. 
 
De acordo com o petista, a oposição chegou a classificar os cubanos de sub médicos e o programa, de maus-médicos. Tudo isso, explicou Amauri, se deu porque a presidenta Dilma teve coragem de enfrentar um problema estrutural existente no Brasil – a carência de mão de obra médica, principalmente nos municípios mais afastados e na periferia de grandes cidades. 
 
“A presidenta Dilma enfrentou a corporação e institui um programa diferenciado de cooperação internacional, que não pode ser visto simplesmente como empregatício. É um programa que conta com a participação de uma instituição como a Organização Pan-americana de Saúde (OPAS), respeitadíssima no mundo todo”, enfatizou. 
 
Para o deputado Rogério Carvalho, que foi o relator da medida provisória que instituiu o Programa Mais Médicos, a tentativa da oposição está fadada à derrota. “É ano eleitoral e eles querem transformar o programa num debate político. Querem desgastar um programa que é sucesso na opinião pública. Felizmente eles não vão conseguir, porque a população já aprovou a iniciativa”, avaliou Rogério Carvalho. 
 
O deputado classificou a incursão que os oposicionistas pretendem fazer junto a Organizações das Nações Unidas (ONU) e à Organização Internacional do Trabalho (OIT) de “inócua”. 
 
“A OPAS é um organismo internacional ligada à ONU. É inócua essa tentativa da oposição. É só barulho para desgastar o programa. É só política. Eles estão adotando um procedimento que não tem a menor possibilidade de prosperar. Os argumentos não se sustentam”, asseverou Carvalho.
 
Sobre o debate que a oposição quer promover sobre a revisão do programa, Rogério Carvalho disse que o Mais Médicos foi amplamente discutido no Congresso Nacional (Câmara e Senado). Para ele, não cabe revisão, já que o programa acabou de ser aprovado. Para alterá-lo, de acordo com o petista, é preciso um novo projeto de lei. Nesse caso, explicou, já não é o Mais Médicos que estaria em debate e, sim, o conteúdo da nova proposta.
 
Benildes Rodrigues
 
Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Projeto cria renda básica para cidadãos em extrema vulnerabilidade

O Projeto de Lei 4856/19 cria o programa Renda Básica Universal, a fim de conceder uma ren…