Home Portal Notícias Petistas comemoram retomada da presidência da Comissão de Direitos Humanos

Petistas comemoram retomada da presidência da Comissão de Direitos Humanos

7 min read
0

IRINI-LUIZCOUTO-PRJOAO-VALMIR

Integrantes da bancada do PT na Câmara não esconderam a alegria diante da retomada da presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) este ano, decisão acordada no colégio de líderes partidários, em reunião nesta terça-feira (18). Será a 16ª vez que o PT presidirá a CDHM nos vinte anos de funcionamento do colegiado.

Para a deputada Iriny Lopes (PT-ES), a medida é uma “vitória dos direitos humanos” e da sociedade brasileira, especialmente num ano eleitoral. “Nós do PT temos um compromisso inequívoco com os direitos humanos. Batalhamos pela criação dessa comissão e temos vínculo real com os movimentos desta área no País. Agora iremos reverter um ciclo de negação dos direitos humanos que estava posto nessa Casa. O trabalho será enorme e o ano será delicado e fundamental porque esse tema será abordado em todos os momentos”, afirmou a parlamentar capixaba, que presidiu a CDHM em duas ocasiões.

Outro deputado que também presidiu duas vezes a comissão, Luiz Couto (PT-PB), também comemorou a deliberação do colégio de líderes e espera “que jamais se repita novamente” o que ocorreu em 2013, quando o órgão foi presidido por “setores fundamentalistas” do Parlamento. “Nós passamos por um processo de involução dos direitos humanos em 2013 e agora poderemos avançar novamente em busca do respeito à diversidade, do respeito aos direitos das minorias. Num País onde o racismo e a tortura continuam existindo, onde persiste a violência contra as mulheres, contra a população LGBT e as crianças e adolescentes, essa comissão deve ser conduzida por quem tem compromisso efetivo com os direitos humanos”, disse Couto.

O deputado Padre João (PT-MG) lembra que a CDHM quase sempre foi presidida pelo PT, “fato que se repete, inclusive, nas assembleias legislativas” e que a retomada da presidência poderá colocar a comissão “novamente em sintonia com a sua pauta e as suas bandeiras”. O parlamentar mineiro também criticou a condução dada ao colegiado pelo setor que a dirigiu em 2013. “Essa comissão existe para fortalecer a luta por fazer justiça e igualdade, e não para fazer prevalecer o moralismo e muito menos promover proselitismo”, argumentou Padre João.

A histórica atuação do PT na área de direitos humanos também foi enaltecida pelo deputado Valmir Assunção (PT-BA). “Os deputados estaduais e vereadores do PT sempre deram prioridade às comissões de direitos humanos nas assembleias legislativas e câmaras municipais, até por conta da relação que sempre tivemos com os movimentos sociais. Essa decisão de retomarmos a presidência da comissão aqui na Câmara sinaliza o nosso desejo de nos mantermos em sintonia com a sociedade e de reencontrarmos a nossa história”, avalia Valmir.

Além da CDHM, o PT presidirá em 2014 as comissões de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), de Seguridade Social e Família (CSSF) e a Comissão Mista de Orçamento (CMO).

Os nomes dos parlamentares que presidirão as comissões serão definidos na próxima semana.

Rogério Tomaz Jr.

 

Ouça o Dep. Marcon na Rádio PT

” bg=”dd1a22″ leftbg=”dd1a22″ lefticon=”294781″ track=”ff1b2c” tracker=”ffff00″ text=”000000″ righticon=”294781″ width=”300″ rightbg=”408080″ volslider=”ffffff” skip=”ffffff”]” bg=”dd1a22″ leftbg=”dd1a22″ lefticon=”294781″ track=”ff1b2c” tracker=”ffff00″ text=”000000″ righticon=”294781″ width=”300″ rightbg=”408080″ volslider=”ffffff” skip=”ffffff”]

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Presidente da CDHM solicita ao ministro da Saúde que garanta tratamento para crianças com doenças degenerativas graves

A Atrofia Muscular Espinhal atinge 8 mil pacientes no Brasil e presidente CDHM recebe denú…