Home Portal Notícias Petistas destacam papel do Brasil na presidência de Comissão de Construção da Paz da ONU

Petistas destacam papel do Brasil na presidência de Comissão de Construção da Paz da ONU

4 min read
0
drrosinhajosias
 
Parlamentares do PT destacaram hoje (30) a importância de o Brasil ter sido eleito  para presidir ao longo de 2014 a Comissão de Construção da Paz da Organização das Nações Unidas (ONU). A finalidade desse grupo de trabalho é ajudar os países que saíram recentemente de conflitos armados a construir um cenário de estabilidade política e segurança.
 
O deputado Doutor Rosinha (PT-PR) destacou que a eleição do Brasil para presidir Comissão de Construção da Paz da ONU, ocorrida na quarta-feira (29),  é resultado da política externa que o Brasil implementou com os governos Lula e Dilma, a partir de 2003.
 
 “A eleição para presidir a comissão é uma forma de reconhecimento do Brasil como um país pacífico e solidário aos países em conflito” afirmou o deputado. “O Brasil presidir essa comissão é um “cala-boca”  às críticas feitas à política externa dos governos do PT e aliados”, completou Doutor Rosinha.
 
Para o deputado Josias Gomes (PT-BA), a condução da Comissão pelo Brasil demonstra que o País alcançou uma posição de destaque no cenário mundial.  Segundo o parlamentar, trata-se de “ um reconhecimento internacional do papel da diplomacia brasileira, porque nos 10 últimos anos o País vem construindo um relacionamento mundial sempre na busca pela paz ” reforçou.
 
Engajamento – Em nota, o Ministério das Relações Exteriores informou que o governo brasileiro quer maior participação de países em desenvolvimento e organizações regionais e sub-regionais nas atividades da comissão, além de manter um “engajamento produtivo” no Conselho de Segurança da ONU.
 
Segundo a nota, o Brasil  ‘’ buscará promover ainda reflexão sobre a interdependência entre segurança e desenvolvimento nas atividades de construção da paz e sobre a importância da apropriação nacional e da capacitação de quadros locais para o êxito das políticas de ajuda a países egressos de conflito”. Está previsto que o Brasil desenvolva projetos para países como Guiné-Bissau, Burundi, República da Guiné, Libéria, República Centro-Africana e Serra Leoa.
 
A Comissão de Construção da Paz das Nações Unidas foi criada em 2005, com objetivo de auxiliar as nações com cenários ainda frágeis a consolidar sua capacidade de assegurar a própria segurança nacional,  bem como o desenvolvimento sustentável, com inclusão social.
 
Késia Paos , estagiária em jornalismo, com Agência Brasil 
 
Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Crescimento de violações aos direitos humanos é destaque em sessão solene na Câmara

Representantes da sociedade civil e do Ministério Público lamentaram, nesta sexta-feira (6…