Home Portal Notícias Dia da Consciência Negra: Petistas prestam homenagens e defendem sociedade igualitária

Dia da Consciência Negra: Petistas prestam homenagens e defendem sociedade igualitária

5 min read
0

embaixadoresnegros-201113

Parlamentares da Bancada do PT na Câmara ocuparam a Tribuna nesta quarta-feira (20) para homenagear o Dia da Consciência Negra. O 20 de Novembro foi  escolhido por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares e está incluído na programação da  semana da Consciência Negra.

Para a deputada Fátima Bezerra (PT-RN) o Dia da Consciência Negra “reacende a chama da luta por um Brasil sem racismo, sem violência contra as mulheres negras, homossexuais, em defesa dos quilombolas”. Ela lembrou ainda os avanços obtidos nos governos Lula e Dilma, como o Estatuto da Igualdade Racial e a Lei de Cotas.

 O deputado Fernando Marroni  (PT-RS) destacou que nos últimos 10 anos a vida do povo negro no Brasil teve avanços significativos, tanto na renda como no emprego. “Mas este povo continua a conviver com a discriminação no dia a dia, e temos que avançar muito para que tenha os mesmos direitos do povo branco e possamos  viver numa sociedade sem discriminação”, disse.

O deputado Marcon  (PT-RS) lembrou Zumbi dos Palmares e afirmou que o Dia da Consciência Negra deve ser um incentivo para continuar a luta pela igualdade e contra o preconceito. “Não só devemos comemorar este dia como marca da luta pela liberdade e contra a escravidão durante o período colonial como também é necessário reafirmar permanentemente a luta contra o preconceito racial e pela igualdade de direitos e oportunidades”.

O deputado Valmir Assunção (PT-BA) ressaltou a importância da data e lembrou que no mês de novembro a capital da Bahia, Salvador, “transforma-se em palcos das artes, que mostra a variedade das atividades do povo negro, quer seja na dança, na música, na poesia, na sua religiosidade, numa espécie de celebração da riqueza e da diversidade da cultura afrodescendente”.

O deputado Amauri Teixeira (PT-BA) também reverenciou a data e citou pesquisa recente divulgada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e que revela que a cada três homicídios no Brasil, em dois deles a vítima é negra. “Para além das causas socioeconômicas, a maior razão das mortes violentas dos negros, diz a pesquisa, é o racismo”, afirmou o petista.

O deputado Vicentinho (PT-SP) saudou o dia “da imortalidade de Zumbi dos Palmares, dessa luta magnífica em defesa da liberdade e da dignidade”.

Para Francisco Chagas (PT-SP), o  20 de novembro é um dia que marca a história do povo brasileiro. São 300 anos de escravatura e até hoje estamos lutando para superar a consciência, ainda presente na memória  desse povo, de sofrimento, de isolamento político, que precisamos superar”.

Gizele Benitz

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Nota oficial do ex-presidente sobre a Covid

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva retornou nesta quarta-feira (20) ao Brasil após …