Home Portal Notícias Pedro Eugênio apoia “postura firme” do Governo Dilma contra espionagem

Pedro Eugênio apoia “postura firme” do Governo Dilma contra espionagem

3 min read
0

PEDROEUGENIO

O deputado Pedro Eugênio (PT-PE) ocupou a Tribuna para  falar do escândalo envolvendo espionagem eletrônica feita pelos Estados Unidos em todo o mundo, e que atingiu o Brasil.  “A informação de que a NSA — Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos espionou a Presidente Dilma, Ministros brasileiros e a Petrobras demonstrou que o império norte-americano desrespeitou a nossa soberania e feriu o direito internacional. Episódios dessa natureza constituem incidentes diplomáticos gravíssimos”.

Pedro Eugênio lembrou que, com as medidas governamentais que sucederam a esse acontecimento, a Presidente Dilma demonstrou posições firmes, como a suspensão da visita de Estado que faria aos Estados Unidos.  “Porque nem os direitos civis e a privacidade da população brasileira, nem a nossa soberania nacional são negociáveis”, disse.

Ele afirmou ainda que, de forma madura, a presidenta manteve estáveis as relações diplomáticas e econômicas entre o Brasil e os Estados Unidos, mas sem abrir mão de tomar várias ações para se colocar firmemente contra a invasão de nossa soberania. “De pronto, o chanceler brasileiro chamou seu colega norte-americano para expressar a estranheza do Governo brasileiro com o caso de espionagem, exigindo explicações completas e convincentes”, disse.

“O Governo brasileiro está  agindo de forma correta e nós apoiamos a posição da Presidente Dilma, que está criando através do SERPRO um novo sistema de processamento de dados que vai reduzir a dependência tecnológica do Brasil em relação aos estrangeiros e para evitar aquilo que o Presidente Lula chamou de bisbilhotagem eletrônica”, concluiu o deputado.

Equipe PT na Câmara

Foto: Agência Câmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Frei Anastácio denuncia a liberação de mais 32 novos agrotóxicos

O deputado federal Frei Anastácio (PT-PB) alertou que Bolsonaro já começou o ano com a lib…