Home Portal Notícias Vaccarezza defende educação como primeira prioridade do Brasil

Vaccarezza defende educação como primeira prioridade do Brasil

5 min read
0

VACCAREZZAplenario-161013

O deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) ocupou a Tribuna nesta quarta-feira (16) para uma avaliação sobre os avanços obtidos na área da educação nos últimos 10 anos e os desafios a serem vencidos no setor. De acordo com ele, “a educação é o principal passaporte para o futuro do Brasil”.

Vaccarezza lembrou que a partir do governo do presidente Lula o Brasil passou a ter desenvolvimento econômico, distribuição de renda e criação de empregos de forma consistente. Mesmo com os avanços registrados, o parlamentar petista defende a educação como “primeira prioridade” .

“Um povo melhor educado, com mais educação — tem condição de pressionar os seus  governantes, de estabelecer aprofundamentos na democracia e de desenvolver o País para dar um salto de qualidade”, frisou o petista.

 De acordo com Vaccarezza, os países desenvolvidos têm uma qualidade de educação que faz diferença e, por isso, ele defende uma “revolução silenciosa” da educação. “As escolas públicas do ensino fundamental e médio deverão ter a mesma qualidade  das escolas particulares do ensino fundamental e médio. O desafio para os próximos cinco anos é a educação em tempo integral. Temos que fazer uma revolução na educação e, para tanto, é preciso uma reforma curricular, porque o currículo que essas crianças estudam, muitas vezes, não abrange a modernidade do mundo de hoje”, disse.

O deputado Cândido Vaccarezza citou ainda como desafios para mudança na qualidade da educação o desenvolvimento do ensino técnico.

Universidades – Vaccarezza também destacou a melhoria nas universidades como outro item importante para a educação no país. Ele citou os investimentos feitos a partir do governo Lula, inclusive, com o aumento do número de  universidades públicas e defendeu o fim dos impostos para as universidades privadas.  

“Esse é um movimento que quero construir nesta Casa. A proposta é  zerarmos os impostos para as universidades com a exigência de que  esse dinheiro não vá para o lucro da universidade, mas sim para a qualificação, com laboratórios, com bolsas de estudo, com criação de institutos”, disse.

“Por exemplo, nos Estados Unidos, acrescentou Vaccarezza, “ quem investe no ensino tem incentivos. Lá, o imposto de sucessão é muito alto, chega a 60%, 70%, mas, se o cidadão forma uma universidade ou uma fundação, ele tem uma compensação imensa desse imposto”, explicou o petista.

Professores – Para Vaccarezza, também é preciso a valorização dos professores. “Temos que melhorar os salários, dar qualificação e criar um ambiente no ensino brasileiro em que o professor seja não a autoridade que se afirma pela força, mas a autoridade moral, a autoridade científica, a autoridade técnica e que possa conduzir a nossa escola”, finalizou o deputado Cândido Vaccarezza.

Gizele Benitz

Foto: Salu Parente/PT na Câmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Líder do PT pede ao presidente do Congresso a devolução de Mensagem Presidencial que define vetos à lei do uso de máscara

O líder da Bancada do PT na Câmara, deputado Enio Verri (PR), solicitou ao presidente do C…