Home Portal Notícias Newton Lima rebate críticas da revista The Economist ao Brasil

Newton Lima rebate críticas da revista The Economist ao Brasil

4 min read
0

NEWTONLIMA-D1

O deputado Newton Lima (PT-SP) rebateu nesta segunda-feira (7), em discurso na Câmara, a reportagem de capa da revista inglesa The Economist, publicada no fim do mês passado, em que faz duras críticas à economia e ao governo brasileiro. Segundo o deputado, a publicação britânica “teceu comentários infundados e agressivos” sobre a economia do país e que “os fatos desmentem a revista”. Para o parlamentar, a matéria teria sido plantada pela oposição brasileira na tentativa de desgastar a imagem da presidenta Dilma Rousseff na disputa das eleições do ano que vem.

Newton Lima disse que, de acordo com notícias veiculadas na semana passada, o economista Pedro Malan, ex-ministro da Fazenda no governo de Fernando Henrique Cardoso, teria sido a fonte da revista. O objetivo da reportagem seria passar para o mercado a impressão de que a economia brasileira está sem controle. “A matéria segue a mesma linha de ‘construção do caos” adotada por parte da imprensa brasileira, em 2002, quando aqui foi criado o chamado ‘risco Lula’, no momento em que a candidatura dele disparou nas pesquisas”, afirmou o parlamentar.

Para Lima, caso seja confirmada a informação de que Pedro Malan tenha sido a fonte da reportagem, a oposição deve explicações ao Brasil. “Será que o esforço para alavancar a pesada candidatura do senador Aécio Neves inclui atitudes desse nível? De colaborar com a especulação financeira internacional, de jogar contra o Brasil para obter dividendos?”, questiona.

Citando números, o deputado Newton Lima lembrou que o Brasil deve retomar este ano a sexta posição no ranking das economias mais ricas do mundo, enquanto o Reino Unido deverá voltar ao sétimo lugar. “O crescimento do Reino Unido projetado para 2013 não é nada animador: 0,6% com taxa de desemprego de 7,8% e indicativo de piora do cenário em 2014”, disse. O Brasil, por sua vez, disse o deputado, vive praticamente o pleno emprego, com a menor taxa de desemprego da história: 5,3%, segundo o IBGE. A estimativa de crescimento da economia brasileira, segundo boletim Focus do Banco Central, é de 2,47%, com taxa de inflação dentro da meta.

O deputado citou, ainda, o resultado da última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do IBGE (Pnad), que mostra um crescimento de 8% da renda média do trabalhador, que fez com que mais de 3,5 milhões de brasileiros saíssem da linha de pobreza em 2012. “O Brasil não ‘estragou tudo’, como disse a revista. Ao contrário, os investidores têm aqui horizonte, confiança no governo, no projeto de desenvolvimento sustentável em curso”, concluiu Newton Lima.

Assessoria Parlamentar 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Líder do PT requer informações de Paulo Guedes sobre cessão de carteira de crédito de R$ 2,9 bi do BB para o BTG Pactual

O líder do PT na Câmara, Enio Verri (PR), protocolou hoje (15) requerimento de informações…