Home Portal Notícias Inflação de agosto fica em 0,24%, confirma estabilidade e frustra oposição, destacam petistas

Inflação de agosto fica em 0,24%, confirma estabilidade e frustra oposição, destacam petistas

5 min read
0

graficodesce

O IBGE divulgou a inflação oficial de agosto, que ficou em 0,24%. O acumulado no ano chega a 3,43%, ainda bem distante do limite máximo da meta anual estabelecida pelo governo, que é de 6,5%. O cenário aponta que 2013 deverá fechar com a menor inflação em três anos. Em agosto de 2012, a inflação ficou em 0,41%.

Mesmo com a desvalorização cambial elevada em agosto, a inflação se manteve estável no mês. Por grupos, “alimentação e bebidas”, que apresentou aumentos seguidos de janeiro a maio, se manteve estável, com uma pequena elevação de 0,01%. O custo na área de transportes caiu 0,06% – nos últimos dois meses, as tarifas de ônibus ficaram 3,15% mais baratas. Já o grupo “serviços médicos e dentários” subiu 1,37%, bem como “educação”, que alcançou 0,67% de aumento.

Para o deputado Vicentinho (PT-SP), o dado é uma ótima notícia para o povo brasileiro e mais uma péssima informação para a oposição. “Esse índice baixo de inflação em agosto corta as asas das aves de mau agouro. Tinha muita gente da oposição torcendo para que a inflação subisse, para desmantelar o nosso governo. Felizmente, a inflação controlada é algo muito positivo para o povo brasileiro, que vai reconhecendo cada vez mais a competência da gestão Dilma Rousseff, tanto no plano social quanto na área econômica”, avalia o parlamentar paulista.

Já para o deputado Afonso Florence (PT-BA), o resultado frustra a oposição e é motivo de comemoração para a sociedade. “O Brasil está comemorando esse dado. Para a tristeza de alguns articulistas e comentaristas, a inflação de agosto contradiz as suas previsões pessimistas, mas ela está de acordo com o monitoramento macroeconômico do governo e com as avaliações do PT”, considera Florence.

A oposição também não foi poupada pelo baiano. “A oposição está sempre a procura de uma pauta para atacar o governo e responsabilizá-lo pela instabilidade da economia mundial, mas suas apostas são sempre derrotadas. Criticaram o PIB pequeno, que já se recuperou; depois alardearam a disparada da inflação, o que não se confirmou; criticaram a redução de juros, mas agora criticam o pequeno aumento que foi necessário. Ou seja, a oposição faz sempre escolhas derrotadas pela realidade e pelas providências da gestão macroeconômica da presidenta Dilma”, citou Florence.

Afonso Florence também se disse otimista quanto ao cenário geral da economia brasileira. “Estamos conseguindo manter o nível de emprego e da massa salarial, o investimento será incrementado, temos responsabilidade fiscal, inflação sob controle, entre outros indicadores. Portanto, acredito que estamos bem posicionados para termos um desfecho muito positivo de 2013”, concluiu Florence.

Rogério Tomaz Jr.

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PT na Câmara aciona PGR, TCU e CVM para investigar operação suspeita com ações da Petrobras

A Bancada do PT na Câmara protocolou hoje (3) ações na Procuradoria-Geral da República, no…