Home Portal Notícias Em seu sexto mandato em prol do Brasil e da democracia, Genoino pede aposentadoria por invalidez

Em seu sexto mandato em prol do Brasil e da democracia, Genoino pede aposentadoria por invalidez

4 min read
0

GENOINO-050913

O deputado José Genoino (PT-SP) entrou com pedido de aposentadoria por invalidez na Câmara dos Deputados. A informação é do gabinete do parlamentar, que divulgou nota nesta quinta-feira (5) explicando o motivo para a solicitação da aposentadoria. “O deputado entrou com o pedido de aposentadoria integral por invalidez decorrente de acometimento de cardiopatia grave. No dia 24 de julho, Genoino foi diagnosticado com dissecção de aorta e foi submetido a uma cirurgia em caráter de emergência”, diz a nota.

Em anexo ao pedido de aposentadoria, foi protocolado um relatório médico assinado pelo médico Roberto Kalil Filho, contendo o histórico de saúde do petista.  Foi anexado também o relatório do Hospital Sírio Libanês, assinado pelo Dr. Kalil e pela cardiologista Fernanda Seligmann Feitosa, relatando o estado clínico do deputado José Genoino, os procedimentos médicos que foram realizados, data da alta médica (20/08/13) e a recomendação de repouso absoluto por mais 30 dias, após a data da alta.

No período em que o deputado José Genoino esteve internado no Sírio Libanês, ele também sofreu uma isquemia cerebral – obstrução da circulação sanguínea no cérebro -, prontamente revertida.

Perfil – José Genoino está no seu sexto mandato parlamentar pelo PT.  Ele integrou o quadro eletivo da Câmara por cinco mandatos consecutivos, sendo que em 2002 foi eleito com a maior votação nacional em números absolutos. Genoino chegou ao Congresso em 1982 e a sua luta nesse primeiro mandato foi por uma Assembleia Nacional Constituinte exclusiva. No segundo ajudou a escrever a Constituição Federal de 1988 e no terceiro (1991 -1994) teve atuação importante na CPI do caso PC (Paulo César Farias), que levou à destituição do ex-presidente Fernando Collor.

Na quarta legislatura combateu o neoliberalismo e defendeu que o PT apresentasse propostas de reformas alternativas. E no quinto mandato teve atuação na luta pela democracia e pela igualdade social.

Liderança – Genoino foi líder da Bancada do PT por duas vezes, em 1991 e em 1999. Em 1998 atuou como vice-líder na Câmara. Foi da Direção Nacional do partido no período de 1993-1994. Além de ter ocupado a vice-presidência nacional em 2000.Fora do Parlamento, por ter disputado o governo de São Paulo em 2002, Genoino assumiu a presidência nacional do PT de 2003 até 2005.

LEIA MAIS

Vânia Rodrigues

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PT barra avanço de MP de Bolsonaro que extingue mais direitos dos trabalhadores

A Bancada do PT na Câmara conseguiu nesta quarta-feira (8) mais um avanço contra a aprovaç…