Home Portal Notícias Alta do PIB: Mercado também prevê maior crescimento da economia; Líder destaca acerto de políticas

Alta do PIB: Mercado também prevê maior crescimento da economia; Líder destaca acerto de políticas

7 min read
0

liderguimaraesentrevista

A projeção de analistas do mercado financeiro para o crescimento da economia brasileira em 2013 subiu de 2,20% para 2,32%. Os números são da pesquisa Focus do Banco Central (BC), divulgada nesta segunda-feira (2). O percentual estimado para o crescimento do Produto Interno Bruto (soma de todas as riquezas produzidas no País) é muito próximo dos 2,5% projetados pelo Ministério da Fazenda. A elevação é um reflexo positivo dos dados apresentados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na última sexta-feira (30), que verificou que o PIB cresceu 1,5% no segundo trimestre deste ano, em relação ao período anterior.  

Com isso, o PIB em valores correntes alcançou R$ 1,2 trilhão no segundo trimestre. É o melhor resultado neste tipo de comparação desde primeiro trimestre de 2010, quando a alta foi de 2%. No primeiro trimestre de 2013, o crescimento foi de 0,6%. Na comparação com o segundo trimestre de 2012, o PIB cresceu 3,3% e, no período de janeiro a junho deste ano, acumulou 2,6%.

Brics – O Brasil ocupou o terceiro lugar no ranking de crescimento do PIB entre os cinco países que compõem o Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) nesse segundo trimestre. O País registrou alta de 3,3% frente ao mesmo período do ano passado, atrás da expansão de 7,5% da China e de 4,4% da Índia. Porém, ficou à frente da África do Sul, que cresceu 2%, e da Rússia, 1,2%.

O resultado do PIB brasileiro foi superior também ao de outras economias desenvolvidas, como EUA, Alemanha e Japão. Após o Brasil, aparecem empatados a Coreia do Sul e Portugal, com crescimento de 1,1%. Em terceiro lugar está a Alemanha, com alta de 0,7%.

Acerto – O avanço do crescimento econômico, na avaliação do líder da Bancada do PT na Câmara, deputado José Guimarães (CE), revela o acerto do conjunto de medidas adotadas pelo governo Dilma Rousseff para reativar a economia. Como exemplo de ações que deram certo, ele citou a desoneração tributária e a disponibilidade de recursos para investimentos estratégicos. “Esse crescimento também é fruto da melhoria da renda do trabalhador, do poder de compra da população e da valorização salarial”, enfatizou.

O líder petista afirmou que está otimista e confiante com o rumo da política econômica do País. “Não há risco de volta da inflação, as contas públicas estão sob controle, e o Brasil continua puxando o crescimento da economia mundial”.

José Guimarães acrescentou que os números do IBGE e do Banco Central frustram aqueles que sempre torceram contra o País. “O PIB cresce de forma sólida para o desespero da oposição que apostava que o Brasil teria um crescimento pífio”, acrescentou.

Agropecuária – Os dados do IBGE revelam também que, na comparação com o segundo trimestre de 2012, o PIB cresceu 3,3%. Em números correntes, ele atingiu no segundo trimestre o valor de R$ 1,2 trilhão. Os setores da economia que mais contribuíram com esse resultado foram a agropecuária com crescimento de 3,9%, seguida pela indústria, que cresceu 2%, e pelo setor de serviços, com alta de 0,8%.

O resultado da economia nesse trimestre foi ótimo, na opinião do deputado Ricardo Berzoini (PT-SP). “Os dados confirmam que a nossa economia está reagindo, apesar da crise financeira mundial, da recessão europeia e da estagnação norte-americana”. Berzoini destacou o crescimento da indústria e observou que a reação vem com investimentos. “Os números são animadores. Existe iniciativa. Os empresários estão acreditando no crescimento econômico e no fortalecimento do mercado interno. Isso nos dá animo para enfrentarmos os últimos meses desse ano”, afirmou.

Vânia Rodrigues, com agências

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Petistas criticam posição de Bolsonaro e Guedes contra a extensão do auxílio emergencial para 2021

O líder da Bancada do PT, deputado Enio Verri (PR), e o líder da Minoria na Câmara, deputa…