Home Portal Notícias Câmara homenageia Dia do Cooperativismo e petistas destacam força do setor

Câmara homenageia Dia do Cooperativismo e petistas destacam força do setor

4 min read
0
sessaocooperativismo
Foto: Antônio Augusto/Agência Câmara
 
A Câmara dos Deputados realizou nesta quinta-feira (11) sessão solene em homenagem ao Dia Internacional do Cooperativismo. A data é celebrada ao primeiro sábado do mês de julho, por força de declaração da organização das Nações Unidas (ONU).  “A importância da data é incontroversa, e as iniciativas ocorridas no Brasil possuem importância histórica. Demostram resultados crescentes aos que se dedicam, em nosso país, a este sistema secular”, disse o deputado  André Vargas (PT-PR),  ao presidir a solenidade. 
 
Ao falar da história do cooperativismo, André Vargas lembrou que sistema surgiu de uma resposta da sociedade aos riscos da concorrência predatória decorrentes da revolução industrial. “A maior força do cooperativismo, a exemplo de qualquer nação, é o fato de haver nascido da resistência”, disse. Ele ressaltou que desde seu surgimento, a união de forças entre pessoas ou grupos de interesse venceu as dificuldades e equilibrou o processo em benefício da composição sadia que toda economia deve primar.
 
O deputado Assis do Couto (PT-PR) discursou na cerimônia. Para o parlamentar, além da celebração, a data é extremamente importante para  discutir métodos de fortalecimento do setor.  Assis do Couto frisou que é preciso olhar para as necessidades do cooperativismo. “Ele precisa de uma nova ordem legislativa. É preciso atrair cada vez mais pessoas. Precisamos de um sistema mais vivo, mais forte e mais visto pelo governo”, disse. 
 
Assis ressaltou que é preciso acionar as lideranças para que se vote mais projetos em benefício do cooperativismo. “Nossa expectativa é ver o que não conseguimos fazer em 2012, que foi o ano do cooperativismo, e fazer este ano” , complementou.
 
Ainda em discurso, o parlamentar frisou a importância da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) para o cooperativismo brasileiro. A organização possui 6.587 cooperativas e mais de 10 milhões de cooperados, ela tem profunda influencia no PIB brasileiro. Assis do Couto também destacou a importância da organização para agricultura brasileira.
 
 Andre Lage
Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Contrariando Bolsonaro, ministro da Saúde nega guerra química e recomenda isolamento

Ministro Marcelo Queiroga evita entrar em conflito com Bolsonaro na questão da cloroquina,…