Home Portal Notícias Ampliação da Lei de Acesso à Informação fortalece combate à corrupção, diz Dilma

Ampliação da Lei de Acesso à Informação fortalece combate à corrupção, diz Dilma

5 min read
0

dilma 24-06-13 dest roberto stuckertNo pronunciamento em rede nacional dirigido à nação, a presidenta Dilma Rousseff destacou a necessidade de ampliação da Lei de Acesso à Informação como medida para fortalecer a transparência e, consequentemente, o combate à corrupção.

“Precisamos muito, mas muito mesmo, de formas mais eficazes de combate à corrupção. A Lei de Acesso à Informação, sancionada no meu governo, deve ser ampliada para todos os poderes da República e instâncias federativas. Ela é um poderoso instrumento do cidadão para fiscalizar o uso correto do dinheiro público. Aliás, a melhor forma de combater a corrupção é com transparência e rigor”, disse a presidenta.

Dilma também destacou a necessidade de se “oxigenar” o sistema político, para que o interesse público prevaleça sobre os interesses econômicos. “Precisamos oxigenar o nosso sistema político. Encontrar mecanismos que tornem nossas instituições mais transparentes, mais resistentes aos malfeitos e, acima de tudo, mais permeáveis à influência da sociedade. É a cidadania, e não o poder econômico, que deve ser ouvida em primeiro lugar”, frisou.

Para o deputado Ilário Marques (PT-CE), o discurso da presidenta foi acertado e contundente. “Foi muito positivo. Ela reafirmou, de forma categórica, que a corrupção se combate com transparência e com o fortalecimento das instituições, especialmente daquelas voltadas à fiscalização e ao controle da gestão pública, como o Judiciário, o Ministério Público, as polícias”, ressaltou o parlamentar.

Ilário Marques, que foi prefeito de Quixadá (CE), acrescentou que a corrupção não pode ser movida pelo discurso moralista de alguns setores, especialmente dos segmentos conservadores da sociedade. “O Brasil é dotado de instituições e legislações para combater efetivamente a corrupção. Desde a gestão Lula as estruturas dos órgãos de controle têm sido fortalecidas. O que não podemos é nos guiar pela visão moralista, que diz genericamente que todos os políticos são corruptos, pois isso, além de ser uma visão fascista e antidemocrática, é apenas uma cortina de fumaça para impedir o combate efetivo à corrupção”, ponderou o deputado cearense.

O deputado Francisco Praciano (PT-AM) acredita que este é o “momento perfeito” para o País avançar efetivamente na pauta do combate à corrupção. “O pronunciamento da presidenta foi bastante oportuno e inteligente ao apontar para a necessidade de diálogo com a sociedade e com os demais poderes da República, que precisam estabelecer um pacto no sentido de aperfeiçoar as instituições. A corrupção é fruto da fragilidade do Estado e este é o momento perfeito para superarmos essa fragilidade”, avalia Praciano, que é o presidente da presidente da Frente Parlamentar Mista de Combate à Corrupção.

Rogério Tomaz Jr.

Foto: Roberto Stuckert Filho / PR

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Contrariando Bolsonaro, ministro da Saúde nega guerra química e recomenda isolamento

Ministro Marcelo Queiroga evita entrar em conflito com Bolsonaro na questão da cloroquina,…