Home Portal Notícias Manifestações da juventude brasileira chamam à reflexão, avaliam petistas

Manifestações da juventude brasileira chamam à reflexão, avaliam petistas

5 min read
0

amaurimmacedogeraldosimoes

Os deputados petistas Amauri Teixeira (BA), Márcio Macêdo (SE) e Geraldo Simões (BA) usaram a tribuna da Câmara nesta quarta-feira (19) para comentar as iniciativas dos jovens brasileiros que estão indo às ruas com pautas variadas de reivindicações. Para os deputados, esses atos, além de “fortalecer” e “aprofundar” a democracia, conclamam todos a refletir sobre esse movimento.

“A verdade é que esse movimento é difuso, uma verdadeira esfinge que nós temos de decifrar. Há várias leituras. Para mim, nenhuma está totalmente correta, muito menos completa. Nós temos que ler mais os ecos da rua para perceber o que essa juventude, que positivamente está indo às ruas pedir mudanças, está querendo”, frisou Amauri Teixeira.

Na opinião de Amauri, a juventude se sente “oprimida” por uma onda conservadora que , segundo ele, tem frequentado o Congresso Nacional. De acordo com o petista, além de ter os direitos ameaçados, esses jovens não são convidados a participar dos debates de temas que afetam a vida deles. “Quem chamou a juventude para discutir redução da maior idade penal;  a cura gay;  a PEC 215 que trata da demarcação das terras indígenas?”, questionou .

Para ele, os jovens não querem a redução da maioridade penal; da cura gay e não querem a marginalização das comunidades indígenas.  “Esta Casa tem uma série de projetos que não é prioridade para essa juventude, que tira o seu espaço de diversidade, de participação, que oprime e, às vezes, os colocam na marginalidade”, constatou.

Para Márcio Macêdo, “são mais saudáveis para o Brasil os sons produzidos pela juventude, do  que o silêncio e paz dos cemitérios de regimes autoritários e truculentos”. De acordo com o petista, esse é um momento de aprendizado para os que fazem política no país e, ao mesmo tempo, explica, pode contribuir para o aprofundamento e avanço do processo democrático.

Já o deputado Geraldo Simões lembrou os avanços implementados pelo governo do PT nos últimos dez anos à frente do Executivo Federal. Para ele, a criação de milhões de empregos,  a redução da extrema miséria, o acesso às universidade, entre outros, estimulou as “expectativas” e “aspirações” de grande parcela da população.

“Nosso desafio será avançar neste sentido. A democracia nos aponta o rumo que devemos seguir. A voz das ruas está sendo ouvida por nosso governo e fortalecerá nosso rumo. Seguiremos adiante e, como falou a Presidenta Dilma, vamos intensificar nossa pauta e atender as vozes da rua que lutam por mais cidadania, saúde, educação, transporte e mais oportunidades”, enfatizou Geraldo Simões.

Benildes Rodrigues

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bolsonaro vai diminuir lista de doenças que dão direito a benefícios no INSS, denuncia Frei Anastácio

O deputado federal Frei Anastácio (PT-PB) denuncia que Bolsonaro prepara mais um ataque co…