Home Portal Notícias Genoino denuncia campanha da mídia contra Dilma

Genoino denuncia campanha da mídia contra Dilma

4 min read
0

Genoino_D-2O deputado José Genoino (PT-SP) denunciou hoje, em plenário, a existência de uma campanha orquestrada pela mídia contra a candidatura da ministra Dilma Roussef à Presidência da República.

 O fato mais grave, segundo Genoino, foi um seminário realizado por proprietários de meios de comunicação dia 1º, em São Paulo, sob a chancela do Instituto Millenium. Participaram do encontro articulistas que cotidianamente “fazem artigos com críticas autoritárias, antipetistas e inverídicas, ideologizando uma campanha que lembra muito bem o anticomunismo dos anos 50 e 60”, comentou Genoino.

Na reunião, com a presença de vários proprietários de meios de comunicação – como Globo, Folha de S. Paulo e Veja – , além de representações patronais, os “debatedores” deixaram clara a posição favorável à candidatura de José Serra (PSDB), observou Genoino. ” E eles assumem (posição) pública e explícita nos ataques infundados ao PT e contra a companheira Dilma”.

O parlamentar citou reportagem sobre o encontro publicada no site Carta Maior (www. cartamaior. com.br) que mostra declarações dos participantes do encontro que “cheiram aqueles tempos de autoritarismo e de perseguição”. Eles atacaram, por exemplo, o 3º Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3), e acusaram o governo Lula de querer cercear a liberdade de imprensa.

Genoino ressaltou que nem o Instituto Millenium nem a grande mídia têm destacado a importância de um projeto de iniciativa do Governo (PL nº 5.228/ 2009) que estabelece o direito de acesso à informação, justamente o contrário do que foi falado na reunião do Instituto Millenium. “Esse projeto é a mais ampla liberdade de informação no Brasil, de interesse coletivo, de interesse particular. Todas as informações sobre o Poder público, interesses coletivos e sobre os indivíduos, ressalvadas aquelas que dizem respeito a segredo de justiça, interesse nacional, diplomacia, pesquisa e inovação tecnológica”, informou Genoino.

O projeto, no patamar das legislações mais democráticas do mundo, como México, Chile, Estados Unidos, está pronto para entrar na pauta e ser debatido no plenário da Câmara dos Deputados. Genoino destacou como pontos importantes os recursos para garantir o acesso às informações e as penalidades para quem não garantir esse direito. O projeto define novos prazos para conceituar assunto secreto, assunto sigiloso e ultrassecreto.

Outro exemplo citado por Genoino de engajamento da mídia contra a ministra Dilma Rousseff foi manchete da Folha de S. Paulo de terça-feira (2) com dados distorcidos sobre o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A reportagem foi desmentida pela Casa Civil.

Equipe Informes

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Projeto de lei de Frei Anastácio propõe política de prevenção ao uso de drogas, em instituições de ensino superior

O deputado federal Frei Anastácio (PT-PB) apresentou o projeto de lei (PL 406/2020), que i…