Home Portal Notícias Desigualdade cai 9% no país em dez anos, diz IBGE

Desigualdade cai 9% no país em dez anos, diz IBGE

3 min read
0

A desigualdade no país caiu em todas as regiões, mostram dados da Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios (Pnad) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O índice de Gini do rendimento mensal dos domicílios brasileiros passou de 0,521, em 2007, para 0,515, em 2008 – em 1998, quando começou a série histórica, o número era de 0,567.

O índice de Gini varia de 0 a 1 e mede a distribuição da renda na população: quando mais próximo de 0, maior a igualdade; quanto mais próximo de 1, maior a desigualdade entre o que as pessoas ganham. A evolução entre 1998 e 2008 mostra, portanto, uma queda de 9,17%.
A desigualdade caiu em todas as regiões entre 2007 e 2008. A maior desigualdade está no Centro-Oeste, onde o índice de Gini foi de 0,549, em 2008, ante 0,552, em 2007. A região mais igualitária é a Sul, com 0,477, em 2008, abaixo dos 0,498, em 2007.

A maior queda foi registrada na região Norte, de 0,498, em 2007, para 0,478, no ano passado. No Nordeste, o índice de Gini passou de 0,528 para 0,525 de um ano para o outro. Já no Sudeste a queda foi de 0,498, em 2007, para 0,492, em 2008.

O IBGE destaca que o rendimento subiu para todas as faixas de renda da população, mas subiu mais nas faixas mais baixas. Por exemplo, entre os 10% que têm os rendimentos mais altos, eles subiram 0,3%; entre os 10% que têm os rendimentos mais baixos, a alta foi de 4,3%.

Para o presidente da Comissão de Finanças e Tributação, deputado Vignatti (PT-SC) o resultado confirma que a política econômica implementada pelo governo Lula está correta. “Isso estava dentro da expectativa. Com a diminuição da miséria melhorou a renda média do cidadão e isso é confirmado cientificamente. A tendência é melhorar ainda mais esses índices positivos de melhoria da qualidade de vida da população brasileira”, disse Vignatti.

O deputado José Mentor (PT-SP) afirmou que a política econômica do presidente Lula permitiu aumentos reais de salário. “E, consequentemente, as pessoas podem adquirir mais e ativar a economia do País. Esse é o sucesso do presidente Lula”, disse Mentor.

 

 

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Crescimento de violações aos direitos humanos é destaque em sessão solene na Câmara

Representantes da sociedade civil e do Ministério Público lamentaram, nesta sexta-feira (6…