Home Portal Notícias Proposta de reforma política para atender mulheres será apresentada

Proposta de reforma política para atender mulheres será apresentada

4 min read
0
simbolofemA assessora da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Odisséia Carvalho, informou nesta quinta-feira (25) que a comissão tripartite criada pelo presidente Lula para apresentar sugestões de reforma política para atender às mulheres, entregará proposta ao presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP), no próximo dia 30.

O documento, segundo a representante da ministra Nicéia Freire, propõe entre outras coisas a criação de cotas para as mulheres nos partidos políticos. A informação foi dada durante o “Seminário para a Reforma Política no Brasil e as Mulheres”, promovido pela Câmara.


O documento prevê ainda sansões para os partidos que não cumprirem a lei. “Hoje existe uma reserva de vagas para as mulheres nos partidos, no entanto, as legendas não cumprem a regra. Sabemos que a reforma política vai bem mais além da participação da mulher, mas vamos buscar o cumprimento da lei que prevê no mínimo 30% para mulheres”, afirmou Odisséia. De acordo com a assessora, os países que mais avançaram na representação feminina aprovaram leis rígidas para assegurar a participação da mulher.

“As mulheres representam 51% dos eleitores brasileiros e hoje só temos cerca de 8,9% de participação no Congresso Nacional. Precisamos reverter esta desproporção. Apesar das mulheres terem um nível de escolaridade maior e contribuírem para aumentar as riquezas do país, ainda estamos sub-representadas nos espaços de poder e decisões e no parlamento”, disse. Odisséia informou que a Argentina já possui uma representação feminina de 40% no Congresso, no entanto, os avanços naquele país só foram possíveis pós a criação de leis.

Congresso revisor – Presente no seminário, o deputado José Genoino (PT-SP) defendeu a convocação do Congresso Revisor, em 2011, para discutir mudanças no sistema político e eleitoral do país. “Este mesmo Congresso poderia contemplar as reivindicações femininas. De fato há uma grande disparidade de gênero na política brasileira e isto precisa ser corrigido”, disse. Genoino concordou com a proposta de punição dos partidos que não cumprirem as cotas para as mulheres e defendeu o sistema de lista partidária alternada, entre homens e mulheres.

Edmilson Freitas
Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Glenn Greenwald participa de audiência na Comissão de Direitos Humanos para tratar dos escândalos da Lava Jato

GLENN GREENWALD NA CDH – O jornalista do The Intercept Brasil participa de audiência…